Uma das regras da língua portuguesa que sempre complica a vida dos concurseiros, e das pessoas em geral, é o uso correto dos porquês. Quando devemos usar “porque” e “por quê”? Confira essas dicas simples que vão facilitar sua vida.

Por que – Separado e sem acento

É um pronome interrogativo, utilizado em perguntas.

Exemplo: Por que você fez isso?

 

Porque – Junto e sem acento

É uma conjunção explicativa, utilizada em respostas e explicações.

Exemplo: Eu fiz isso porque achei interessante.

 

Por quê – Separado e com acento

É também um pronome interrogativo, mas se utiliza ao final de perguntas.

Exemplo: Você não estudou hoje, por quê?

 

Porquê – Junto e com acento

É utilizado como substantivo masculino, para expressar um motivo.

Exemplo: Eu não sei o porquê desta explicação.

 

Fácil, não? Simples para lembrar na hora da prova.

Veja também outras publicações das categorias: